novembro 2015

Escolher o TECIDO da CORTINA

Saiba como escolher o tecido da Cortina. Levar em conta o clima da cidade, se ela estará no quarto ou sala, além do estilo que você prefere, são dicas para você acertar na escolha.

ITEM 1 – FUNCIONALIDADE

É o primeiro item que você deve pensar antes de adquirir o tecido para sua cortina. Pense nas suas necessidades e nas da sua família…e no clima da cidade!

Tecidos leves
+ Indicados
para ambientes que necessitam de muita luz
e de bastante circulação de ar
– Contra-indicados
ambientes que precisam de privacidade

Tecidos pesados e/ou com blecaute na composição
+ Indicados
ambientes onde há necessidade de penumbra (como no quarto, por exemplo)
e de se manter a temperatura interna, seja calor/frio (ex: se ligado um ar condicionado, o tecido ajuda a isolar a temperatura ambiente da externa)
– Contra-indicados
em cidades quentes, quando usados sozinhos na cortina toda, pois podem dar a sensação de calor

Tecidos de médio corpo
+ Indicados
ambientes que precisam de privacidade moderada (ex: sala em apartamento de andar alto)
são neutros em relação a conservação da temperatura, seja fria ou quente
– Contra-indicados
ambientes que precisam de privacidade total, pois tem média transparência (com a luz permite ver a “silhueta”)

Logo abaixo temos fotos com exemplos de tecidos destes 3 tipos!

ITEM 2 – ESTETICA

Definido se o melhor para você é um tecido Leve, Pesado (ou uma mistura dos dois!) pelas características FUNCIONAIS listadas, está na hora de ver os fatores ESTETICOS.

Estética tem a ver com o estilo que você quer trazer para o cômodo onde colocará a cortina. Então responda, ele é…Romântico? Vitoriano? Industrial/Contemporâneo? Natural/Etnico? Surf/despojado? Cada estilo tem padronagens, estampas, combinações de cores, tipos de acessórios de cortina e tipos de tecido mais usados.

Na dúvida, confira mais estilos aqui. Assim quando você chegar na loja, vai ser bem mais fácil de escolher pelos fatores FUNCIONAIS e ESTETICOS.

 

Voil, filó e rendados: leves, fluídos, românticos, transparentes. Permitem sol e vento.

 

Linho, algodão e mistos: médio corpo, adaptáveis a vários ambientes. Média transparência e entrada de ar.

 

Veludo, jacquard e tecidos encorpados: pesados, sofisticados. Bloqueiam luz e vento.

Cortina ficou curta? Estreita? Sem estilo? Quer mais dicas para sua cortina? Leia aqui!

Dicas para deixar sua CORTINA com mais ESTILO

Acredite: a cortina pode mudar completamente o clima da sua casa. Escolha a idéia que mais se adequa a sua realidade e… prepare-se para os elogios!

IDEIA 1 – BANDÔ
Tecido mais curto colocado na parte de cima da cortina, na maioria das vezes mais a frente, como se fosse uma mini cortina, para enfeitar ou esconder o trilho. Pode ser bem drapeado, como o exemplo abaixo, ou mais reto.

 

IDÉIA 2 – XALE
Tecido fixado na parte de cima da cortina e que cai para as laterais, com muitas variações de dobras, voltas, drapeados e caimentos.

 

IDÉIA 3 – BRAÇADEIRA
Alça ou corda que prende parte da cortina (e adorna). O exemplo abaixo é de Corda de São Francisco (corda grossa torcida, que pode ser de algodão ou seda) com Passanamaria (esta parte pendurada, que enfeita).

 

IDÉIA 4 – PORTA XALE
Acessório metálico ou plástico em formato de gancho que, fixo a parede, prende o xale (e adorna) da cortina, e/ou a cortina.

 

IDÉIA 5 – APLIQUES

Passanamaria marinho de pompons

Fita de gorgurão desenhos geométricos

 

IDÉIA 6 – BABADOS, DRAPEADOS

IDÉIA 7 – PINTURA 

Quer mais dicas sobre cortinas? Sua cortina está curta? Estreita? Leia soluções mais aqui.